1
Hermenegildo Langa
January 8, 2019

Câmara de Comércio cria mecanismo de facilitação da certificação de empresas

O objectivo é garantir mais competitividade das Pequenas e Médias Empresas nacionais e prestação de serviços de qualidade

1
2
Fotografia
:

A Câmara de Comércio de Moçambique (CCM) arranca, a partir do primeiro semestre do presente ano, com certificação de empresas a baixo custo e com facilidades de pagamento, de modo que prestem serviços de qualidade e que sejam mais competitivas.

De acordo com Julião Dimande, presidente da CCM, “as Pequenas e Médias Empresas (PME), vão pagar através desse mecanismo, a partir de 600 mil meticais, consoante a sua dimensão”.

Dimande explicou que a iniciativa surge pelo facto de as PME depararem-se com dificuldades financeiras para procederem à certificação que, geralmente, custa no mínimo 25 mil dólares americanos, o que as impede de prestarem serviços às grandes companhias.

Neste processo, além da facilidade de pagamento, os gestores destas empresas vão beneficiar de formação intensiva com a duração de oito meses ao invés de três anos que são actualmente aplicados para aquisição da certificação.

“No primeiro trimestre deste ano vamos iniciar a disseminação do projecto de certificação através de seminários e workshops em todo o país, para que as empresas compreendam que esta é uma oportunidade para se certificarem a partir da CCM”, destacou.

Numa primeira fase será feita a certificação ISO, que é básica para prestação de serviços para as grandes empresas que operam no país, nos países da região e no mundo, e acredita-se que com esta actividade mais empresas nacionais adiram à Câmara, o que em última instância vai ajudar na sustentabilidade financeira da agremiação.

Em destaque

7

Leia também