1
Celso Chambisso
April 26, 2019

China promete apoiar mais projectos de infra-estruturas em Moçambique

No quadro da visita presidencial àquele país, já foram rubricados acordos entre o Governo e empresas chinesas nesse sentido

1
2
Fotografia
:

Empresas chinesas estão dispostas a angariar fundos para financiar projectos de desenvolvimento em Moçambique, desde que estejam enquadrados nos planos anuais ou quinquenais do Governo, disse em Pequim o ministro dos Transportes e Comunicações.

Carlos Mesquita, citado pela agência noticiosa AIM, disse ainda que a delegação moçambicana que se deslocou à China sentiu uma mudança de atitude das empresas chinesas no que diz respeito ao desenvolvimento de projectos em Moçambique.

“Os responsáveis das empresas já não estão à espera de obter financiamentos para a execução dos projectos com base nos acordos de cooperação bilateral entre os dois países”, precisou.

O ministro prestava declarações a propósito da assinatura, quarta–feira (24), de dois memorandos de entendimento entre o governo de Moçambique e a empresa China Construction and Communications Company (CCCC) relativos ao desenvolvimento de projectos de infra-estruturas.

Ao abrigo destes memorandos, de acordo com o governante, empresas chinesas vão executar uma gama diversificada de projectos, que vão desde as barragens, caso da de Mugeba, na província da Zambézia, linhas de caminhos-de-ferro, telecomunicações, portos e estradas, para que “haja uma integração efectiva de Moçambique na iniciativa chinesa Faixa e Rota.”

A China Road and Bridge Corporation (CRBC) é uma das subsidiárias da CCCC que já opera em Moçambique, tendo executado obras importantes como a ponte Maputo – Catembe e a Circular de Maputo.

A AIM citou como alguns desses projectos as obras de reparação da Estrada Nacional Número Seis (EN6), entre Beira e Machipanda (na fronteira com o Zimbabwe), severamente atingida pelo ciclone Idai, bem como da EN1 que liga o sul, centro e norte do país, mas com alguns troços em estado crítico.

Em destaque

7

Leia também