1
Pedro Cativelos
November 22, 2018

Empresários chineses em Moçambique para 'activar' cooperação bilateral

China pretende criar condições para ampliar investimento em projectos de engenharia, construção civil e agricultura em Moçambique

1
2
Fotografia
:

Um grupo de empresários chineses reuniram-se, em Maputo, para intensificar "a cooperação comercial-bilateral", particularmente em grandes projectos de engenharia, construção civil e ainda no sector da agricultura.

A delegação chinesa, chefiada pelo vice-governador da província de Anhui, Zhou Xi’an, deslocou-se a Maputo no âmbito do Fórum de Cooperação China-África (FOCAC) para fortalecer o relacionamento em diversos sectores da actividade económica, bem como com o governo local.

Ao receber a delegação, o ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, enunciou que, entre 2013 a 2018 foram aprovados 148 projectos com investimento directo chinês estimado em 751 milhões de dólares, fazendo da China o maior investidor e parceiro económico de Moçambique.

O governante disse ainda aos membros da delegação que o governo de que faz parte está a proceder a reformas legislativas no sentido de melhorar o ambiente de negócios, reduzindo a burocracia e simplificando procedimentos.

“O investimento efectuado por empresas da China em Moçambique nos últimos cinco anos permitiu a criação de 20 mil postos de trabalho”, concluiu Mesquita, elogiando o papel do gigante asiático na economia nacional.

Em destaque

7

Leia também