1
Celso Chambisso
September 12, 2019

Especialistas defendem empoderamento da mulher no centro da agenda nacional

Educação para o mercado de trabalho, uso da tecnologia nos negócios e diversificação da economia também dominaram a Cimeira da Financial Times

1
2
Celso Chambisso
Jornalista
Fotografia
:

A IV Cimeira da Financial Times, que teve lugar esta quarta-feira (11 de Setembro) em Maputo levantou, como habitualmente, uma série de questões críticas para o desenvolvimento sócio-económico de Moçambique. O empoderamento económico da mulher, tema que tem vindo a ser muito abordado nos últimos anos, foi um dos destaques dos painéis que se apresentaram à tarde, pelo entendimento de que a diferença de oportunidades entre homens e mulheres traduz-se em importantes perdas à economia.

Mesmo reconhecendo haver ainda grandes desigualdades de oportunidades entre homens e mulheres, Danilo Momade, Secretário Permanente do Ministério do Género, Criança e Acção Social, que fez a sua apresentação na qualidade de orador principal, destacou avanços importantes, em resultado das políticas de empoderamento da mulher nos últimos anos. “Hoje temos mais mulheres que contribuem em pé de igualdade com o homem no crescimento económico”, revelou sem ser específico. E porque há ainda longo caminho a percorrer, “temos a ambição de remover barreiras que dificultam o progresso das mulheres nas diferentes esferas.

Helena Chiquele, da OXFAM secundou: “quando falamos na economia e finanças, temos muito mais homens do que mulheres, porque estas são geralmente relegadas a tarefas de reprodução e estamos a lutar para que haja igualdade de oportunidades.

A Oxfam, através de sessões de formação, está a empoderar mulheres no sentido de eliminar normas sócio-culturais que tornam as suas decisões dependentes do homem no campo de trabalho (há homens que proíbem as esposas de trabalhar).

Sara Fakir, co-fundadora da IdeiaLab, fez menção à necessidade de agregar conhecimentos tecnológicos à mulher e elogiou o avanço que as plataformas de banca móvel trouxeram neste campo, ao permitir aquisição do saber pelas mulheres com o nível académico mais baixo. Por isso defende o contínuo aprimoramento e difusão do mobile Money.

Os participantes reconhecem que nada do que foi apresentado é novo, mas acreditam que o debate que tem sido levantado traz transformações visíveis na postura da mulher e na elaboração de políticas pela igualdade de oportunidades.  

Outros temas discutidos noutros dois painéis incluem “Promover uma Economia Diversificada e Competitiva”, onde o orador principal foi o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, José Pacheco, em que a tónica dominante acabo sendo a questão de melhorar a instrução dos Recursos Humanos para o Mercado de Trabalho, e o “Impacto da 4ª Revolução Industrial na Transformação dos Negócios”, apresentado pelo representante da Microsoft em África, Ryno Rijnsburger.

Em destaque

7

Leia também