1
Redacção
August 1, 2019

União Europeia vai enviar Missão de Observação Eleitoral para Moçambique

A União Europeia (UE) vai enviar uma Missão de Observação Eleitoral a Moçambique para acompanhar as eleições de gerais de 15 de Outubro, anunciou ontem o Serviço Europeu de Acção Externa

1
2
Redacção
Fotografia
:

“Esta decisão demonstra, uma vez mais, o compromisso da UE em apoiar a democracia em Moçambique, onde a UE observou todas as eleições realizadas desde 1994″, sublinha em comunicado o gabinete tutelado pela chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini.

A nota, que precisa que o envio de uma Missão de Observação Eleitoral responde a um convite das autoridades nacionais, indica ainda que a alta representante da UE para a Política Externa decidiu nomear o eurodeputado espanhol Ignacio Sánchez Amor para chefiar aquela missão.

“As eleições de 2019 em Moçambique acontecem num momento importante na história do país, quando um progresso real na direcção de um acordo de paz abre o caminho para uma reconciliação permanente e para o acelerar de reformas. Um processo eleitoral bem-sucedido poderá ajudar a criar a estabilidade e a confiança necessárias para o crescimento e o desenvolvimento”, elucidou Mogherini, citada no comunicado.

A Missão de Observação Eleitoral, constituída por nove elementos, chegará a Maputo em 31 de Agosto e permanecerá no país até que o processo eleitoral esteja concluído, de modo a elaborar um relatório final exaustivo.

A equipa principal de observadores da UE será posteriormente reforçada por 32 observadores que serão colocados em todo o país. A estes juntar-se-ão outros 76 observadores de curto prazo no dia das eleições.

A UE já tinha saudado, em 17 de Junho, a realização das eleições gerais e provinciais no dia 15 de Outubro deste ano, assim como o compromisso de Moçambique com a realização de eleições “regulares, livres, justas e transparentes.

O bloco comunitário exortou então as autoridades moçambicanas a manterem-se empenhadas no estabelecimento de uma paz definitiva no país, em particular no cumprimento do calendário definido entre as partes para o desenrolar do processo de desmobilização, desmilitarização e reintegração e para a assinatura do acordo de paz.

Em destaque

7

Leia também